20.12.16

[Resenha #1126] Dizem por aí - Jill Mansell @Novo_Conceito @JillMansell


Dizem por aí...
-- Rumour Has It --
Jill Mansell
ISBN-13: 9788581630137
ISBN-10: 8581630138
Ano: 2012
Páginas: 432
Idioma: português
Editora: Novo Conceito
Skoob
Classificação: 5 estrelas

Sinopse:
O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide rapidamente morar mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo minúsculo em Cotswolds. Lá, Tilly é contratada no mesmo momento como faz-tudo em uma empresa de design de interiores. Para sua surpresa, a cidade pequena transborda escândalo, sexo, fofoqueiros e boatos, focados basicamente em Jack Lucas, o homem lindo de muita classe e melhor amigo de seu chefe. Todos falam para Tilly ignorar o encanto por Jack, que ela será apenas outra em sua cama se ela se deixar levar; mas Tilly, que trabalha ao lado de Jack, enxerga uma parte carinhosa e cuidadosa dele que não é revelada à cidade. É impossível que ele seja a mesma pessoa de quem todos falam. Ou é possível? Tilly deve separar os fatos da ficção e seguir seu instinto neste divertido romance moderno.



Resenha:

Comprei esse livro por acaso na bienal, porque achei barato e já estava na minha lista de desejado há anos! Comecei a leitura sem nenhuma pretensão ou expectativa, e amei o livro!

Nesse livro temos a história de Tilly, que vive em Londres com o seu namorado e certo dia ao retornar do trabalho encontra a casa sem os pertences dele, o cara simplesmente se mandou por enquanto ela não estava em casa. Tilly fica surpresa, mas não muito triste, ao perceber que estava no relacionamento por comodidade, para esfriar um pouco a cabeça e pensar em como vai fazer para pagar as contas sozinhas, ela vai passar um tempo com a sua melhor amiga, Erin, que mora no vilarejo de Cotswolds. Não sei se vocês conhecem o vilarejo de Costwolds que fica na Inglaterra, mas sou apaixonada por essa região que tem um ar de conto de fadas, e sonho em conhecer um dia! E claro... foi um dos motivos que fez querer ler o livro.


“ – olhe, é apenas um favor, nada mais. – Jack balançou a cabeça de um jeito persuasivo. – Se eu tivesse uma irmã, seria ela minha acompanhante. Mas não tenho, então a melhor opção é ir com você. Totalmente platônico. “ pág 120




Bom, chegando em Costwolds, Tilly se depara com um estilo de vida diferente, uma vida mais tranquila, onde todos os moradores se conhecem, são amigáveis, mas também falam bastante sobre a vida alheia! Depois dos dias que passa lá, Tilly ao encontrar um anúncio para um emprego de faz tudo na região, decide concorrer a vaga, e arriscar. Ela acaba sendo selecionada e vai trabalhar como garota faz tudo para Max, um decorador importante, que tem uma filha, Lou, de 13 anos.
Tilly passa a morar com eles, em uma linda casa, e passa ajudar nos afazeres diários tanto de Max, como de Lou. Ao começar o trabalho ela conhece Jack Lucas, que além de trabalhar com Max, é o melhor amigo dele; ela logo se sente atraída por Jack, só que fica sabendo que ele sai com quase todas as mulheres da cidade, e tenta de tudo para ignorar a atração que ela sente.


“ Click. Jack soltou o cinto de segurança e se virou para ela. Na escuridão, ela só conseguiu distinguir os ângulos do rosto e o brilho dos olhos dele. Por que ele n]ao falava nada? “ Pág. 213

Ao decorrer da história conseguimos acompanhar o desenrolar do relacionamento de Tilly com os moradores da cidade, especialmente o carinho que ela desenvolve por Max e Lou. Também conseguimos acompanhar a atração mútua que existe entre ela e Jack Lucas, e as tentativas de Tilly de se afastar dele, apesar dele garantir que ela é diferente das outras. Nesse meio tempo ela também tenta descobrir o que aconteceu na vida dele para ele evitar relacionamentos sérios.





Eu nunca tinha lido nada sobre a autora, Jill Mansell, e gostei demais da escrita dela; apesar da história ter vários personagens, isso não torna o livro confuso em momento nenhum; e a escrita é de uma fluidez e dinamicidade tão grande que é impossível largar o livro!

Gostei muito da diagramação, e os capítulos curtos tornam a leitura mais rápida; mas não gostei da capa, a americana e a britânica são mais bonitas!





3 comentários

  1. Ontem vi esse livro e desisti de comprar pq achei a sinopse muito melosa... mas pela resenha deu um pouquinho mais de vontade de ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e concordo com vc, a capa americana e a britânica são bem mais bonitas!

      Excluir

© BLOG ROTINA AGRIDOCE- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por MK DESIGNER E LAYOUTS