9.10.18

[Resenha #1651] O Jardim Esquecido- Kate Morton @EditoraArqueiro


O Jardim Esquecido
Kate Morton
ISBN-13: 9788580418590
ISBN-10: 8580418593
Ano: 2018
Páginas: 496
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Amazon
Sinopse: Kate Morton já vendeu mais de 10 milhões de livros no mundo.
Nova edição do livro de maior sucesso da autora.
Uma criança abandonada, um antigo livro mágico, um jardim secreto, uma família aristocrática, um amor negado. Em mais uma obra-prima, Kate Morton cria uma história fantástica que nos conduz por um labirinto de memórias e encantamento, como um verdadeiro conto de fadas.
Dez anos após um trágico acidente, Cassandra sofre um novo baque com a morte de sua querida avó, Nell. Triste e solitária, ela tem a sensação de que perdeu tudo o que considerava importante. Mas o inesperado testamento deixado pela avó provoca outra reviravolta, desafiando tudo o que pensava que sabia sobre si mesma e sua família.
Ao herdar uma misteriosa casa na Inglaterra, um chalé no penhasco rodeado por um jardim abandonado, Cassandra percebe que Nell guardava uma série de segredos e fica intrigada sobre o passado da avó.
Enchendo-se de coragem, ela decide viajar à Inglaterra em busca de respostas. Suas únicas pistas são uma maleta antiga e um livro de contos de fadas escrito por Eliza Makepeace, autora vitoriana que desapareceu no início do século XX. Mal sabe Cassandra que, nesse processo, vai descobrir uma nova vida para ela própria.
Publicado originalmente como O Jardim Secreto de Eliza.



Resenha:

Esta história começa em 1913 e nos conta de uma menina inglesa que foi encontrada aos quatro anos num navio rumo à Austrália, sozinha, sem família e sem se lembrar quem é. Com ela, Nell apenas leva uma malinha branca que continha, entre outras coisas, um livro de contos para crianças da autora Eliza Makepeace. Hugh e Lil queriam muito um filho e adotaram a menina, a quem chamaram de Nell. Anos mais tarde Nell fica sabendo o que aconteceu, a dúvida sobre o seu passado a torna uma pessoa diferente, e é determinante para que esta se lance numa busca solitária pela verdade.

Nell procura pistas que a levam à Cornualha Inglesa, à casa da família onde ela nasceu. O mistério se aprofunda, o percurso das personagens do passado é sinuoso e muito misterioso. Nell morre sem descobrir a verdade sobre as suas origens. É então que Cassandra, a sua neta, tenta conclui o caminho iniciado pela avó.

Para desvendar este mistério a narrativa passa-se em três saltos temporais distintos: o início do século XX; 1975 e 2005. Em cada um desses sobressaem três mulheres diferentes: Eliza Makepeace, uma autora de contos infantis, Nell Andrews que, nos anos 70 tenta descobrir as suas origens, e Cassandra que, após a morte de Nell, sua avó, tenta descobrir esse mistério sobre a identidade da sua avó. E além de tudo isto, o livro inclui também três contos infantis, que faziam parte do livro de Nell e que, além de serem histórias mágicas, funcionam como metáforas para a história do livro.

Estas três mulheres são personagens muito fortes. Eliza era irreverente para a sua época, imaginação fértil e temperamento forte eram a fonte de desprezo por parte da sua tia repressiva, uma mulher tipicamente vitoriana, e contrastavam com a natureza mais frágil, adoentada e recatada de Rose, prima de Eliza. Já Nell parece uma mulher reservada, amargurada por causa do segredo que lhe fora ocultado durante sua vida. Já Cassandra também é uma mulher marcada por uma tragédia e, a pedido da sua avó, vai tentar desvendar o segredo que tanto marcou a vida da avó.

Um história belíssima, Kate Morton é exímia nesta arte pois, apesar dos saltos no tempo e da caracterização das personagens ser feita em saltos temporais, como se fossem pistas que vai deixando ao leitor, este nunca se perde, retém toda a informação e vai juntando as peças de um quebra cabeça pra lá de fantástico.

Quero destacar a personagem Eliza Makepeace, a autora de contos de fadas e personagem crucial neste enredo. Adorei Eliza, todo o seu passado e as suas origens que a moldaram a ser como é, um espírito livre e dedicado, sonhador e criativo, uma princesa do reino das fadas!

Que capa linda desse livro! A editora Arqueiro está de parabéns pelo belíssimo trabalho com a capa e com a nova edição, ficou um capricho só!

O livro tem uma escrita fluída e que nos deixa curiosos por descobrir a verdadeira origem de Nell, levando o leitor a querer virar as páginas rumo ao seu final. No livro também tem muitos momentos quase poéticos com que a autora nos presenteia e que merecem ser devidamente apreciados. Kate Morton escreve maravilhosamente bem e, apesar de ainda só ter lido este livros dela, posso dizer que já virou uma de minhas autoras preferidas. Este é daqueles livros que marcam e que ficam na nossa memória. Recomendo a todos!

Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG ROTINA AGRIDOCE- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por MK DESIGNER E LAYOUTS